Para Pedir a Corrigenda de Um Defeito

Vós me destes, Ó meu Deus, a inteligência necessária para distinguir o que é bem do que é mal; ora, do momento em que eu reconheço que uma coisa é má, sou culpado por não me esforçar em resistir a ela.

Preservai- me do orgulho que poderia me impedir de me aperceber dos meus defeitos, e dos maus Espíritos que poderiam me excitar a neles perseverar.

Entre minhas imperfeições, reconheço que sou particularmente inclinado à… e se não resisto a esse arrastamento, é pelo hábito que contraí de a ele ceder.

Não me criastes culpado, porque sois justo, mas com uma aptidão igual para o bem e para o mal; se segui o mau caminho foi por efeito do meu livre arbítrio, mas, pela razão que tenho a liberdade de fazer o mal, tenho a de fazer o bem, por conseguinte, tenho a de mudar de caminho.

Meus defeitos atuais são um resto das imperfeições que conservei das minhas precedentes existências; é o meu pecado original do qual posso me desembaraçar com minha vontade e com a assistência dos bons Espíritos.

Bons Espíritos que me protegeis, e sobretudo vós, meu anjo guardião, dai-me a força de resistir às más sugestões, e de sair vitorioso da luta.

Os defeitos são as barreiras que nos separam de Deus, e cada defeito superado será um passo dado na senda do progresso, que dele me deve aproximar.

O Senhor, em sua infinita misericórdia houve por bem me conceder a existência atual, para que sirva ao meu adiantamento; bons Espíritos, ajudai-me a aproveitar, a fim de que não se torne perdida para mim, e que, quando a Deus aprouver ma retirar, eu dela saia melhor do que entrei.