Aos Anjos Guardiães e Espíritos Protetores

Prece 01

Espíritos Sábios e benevolentes, mensageiros de Deus cuja missão é assistir os homens e os conduzir no bom caminho, sustentai-me nas provas desta vida; dai-me a força de as suportar sem murmurar; desviai de mim os maus pensamentos, e fazei com que eu não dê acesso a nenhum dos maus Espíritos que tentarem me induzir ao mal. Esclarecei minha consciência sobre meus defeitos, e levantai de sobre meus olhos o véu do orgulho que poderia impedir de os perceber e os confessar a mim mesmo.

Vós sobretudo [Nome…], meu anjo guardião, que velais mais particularmente por mim, e vós todos Espíritos protetores, que vos interessais por mim, fazei com que me torne digno da vossa benevolência. Conheceis as minhas necessidades, que elas sejam satisfeitas segundo a vontade de Deus.

Prece 02

Meu Deus, permiti aos bons espíritos que me cercam, virem em minha ajuda quando estiver em dificuldade, e me sustentar se vacilo. Fazei, Senhor que eles me inspirem a fé, a esperança e a caridade; que sejam para mim um apoio, uma esperança e uma prova da vossa misericórdia; fazei, enfim, que eu encontre junto deles a força que me falta nas provas da vida, e, para resistir às sugestões do mal, a fé que salva e o amor que consola.

Prece 03

Espíritos bem-amados, anjos guardiães, vós a quem Deus, em sua infinita misericórdia, permite velar pelos homens, sede nossos protetores nas provas da vida terrestre. Dai-nos a força, a coragem e a resignação; inspirai-nos tudo o que é bom e nos detende na inclinação do mal; que vossa doce influência penetre nossa alma; fazei com que sintamos que um amigo devotado está perto de nós, que vê nossos sofrimentos e partilha nossas alegrias.

E vós, meu bom anjo, não me abandoneis; tenho necessidade de toda a vossa proteção para suportar, com fé e amor, as provas que aprouver a Deus me enviar.